Pull printing: entendendo o que é, e sua importância após a pandemia

À medida em que o mundo retorne à normalidade, após a pandemia da COVID-19, uma coisa é certa: será necessário priorizar, cada vez mais, dentro dos espaços de trabalho, fluxos e rotinas que permitam dar segurança aos colaboradores. Neste sentido, métodos e tecnologias dentro dos escritórios, que permitam evitar o contato direto com superfícies, se tornarão prioridade. E é aí que entra o pull printing.

Será necessário, portanto, evitar, sempre que possível, o toque em dispositivos de uso comum, como é o caso das impressoras. Mas, como fazer isso? Com o pull printing, este recurso de impressão que já é bastante importante – e que será ainda mais.

Entendendo o que é pull printing

Pull printing, ou “impressão puxada”, numa tradução literal, é um recurso de impressão em que o trabalho de impressão do usuário é mantido em um servidor, ou na estação de trabalho, e liberado pelo usuário em qualquer dispositivo que suporte este recurso.

Ao utilizar a tecnologia, assim, o usuário precisa fazer sua autenticação para realizar a liberação dos documentos para impressão.

Pull printing é uma tecnologia útil para as empresas?

A resposta é sim, e de diferentes formas. A primeira, é a que foi trazida logo ao início desse artigo: cada vez mais será necessário priorizar o uso de tecnologias que garantam tranquilidade às empresas frente a crises pandêmicas como a crise da COVID-19. Isso significa, mais uma vez, buscar por soluções simples, mas eficientes na busca por evitar contato sempre que possível.

Além disso, o pull printing traz mais um nível de segurança que é tão importante quanto o anterior: a segurança dos documentos. Quantas vezes as empresas, sejam grandes ou não, já podem ter passado por situações em que documentos confidenciais, sigilosos e/ou extremamente importantes foram deixados de lado na impressora? Isso pode ocorrer, justamente por não haver uma camada de autenticação nestes equipamentos. O pull printing resolve isso.

>> Leia mais: liberação segura, o que é, e as vantagens para os clientes do seu outsourcing

Menos desperdício, mais produtividade

Contar com a tecnologia de pull printing é fazer com que as impressões feitas sem necessidade sejam reduzidas. Pois, como existe este nível de liberação, é assegurado que o documento só será impresso, se a pessoa que o solicitou realmente o precise. Situações onde os funcionários pediram uma impressão e se arrependeram, ou localizaram um erro, por exemplo, são reduzidas – e, com isso, as páginas desperdiçadas também.

Além do mais, com o pull printing, os usuários agrupam e facilitam o trabalho de impressão, já que eles podem selecionar uma série de documentos para imprimi-los somente de uma vez, quando, e onde, for mais oportuno.

Em alguns casos específicos, e sob as configurações certas, se a impressora mais próxima não está funcionando, ele pode simplesmente dirigir-se a um outro equipamento, ao invés de precisar fazer o pedido de impressão novamente, para outra estação.

As principais dúvidas dos provedores sobre a liberação segura

Para saber mais sobre o pull printing e os métodos de liberação segura de documentos, confira um conteúdo especial do Blog NDD com as principais dúvidas sobre liberação segura, respondidas. Se ainda tiver mais dúvidas, deixe aqui nos comentários e iremos responder você!

Deixe-nos um comentário :)