Universidades Corporativas geram incremento de 218% na produtividade

O conhecimento dos funcionários passou a ser um grande diferencial de mercado para as empresas, que têm investido cada vez mais esforços e recursos para implantar suas Universidades Corporativas (UC).

Esses centros de Treinamento e Desenvolvimento (T&D), com cursos personalizados e ensino-aprendizagem alinhado com as estratégias de negócios, estão presentes em empresas de diferentes setores.

Independente do porte da companhia (pequena, média ou grande), as Universidades Corporativas tornaram-se núcleos fundamentais à produtividade e à qualidade do que é produzido.

Estudo divulgado pela Association for Talent Development (ATD) comprova: empresas que investem em programas de treinamento para colaboradores registram progresso de até 218% na produtividade e nos resultados dos seus times.

E os índices favoráveis vão além, com a apuração de 24% de aumento na receita em relação às empresas que reduzem ou cortam investimentos na qualificação de suas equipes.

Capacitação é investimento com retorno garantido

Apenas os dados descritos acima seriam suficientes para justificar como a implantação de Universidades Corporativas pode destacar uma empresa.

Mas, segundo um levantamento sobre o tema, de autoria da consultoria Deloitte, existem outras razões que sustentam a alta de 42% no número de empresas que se dedicam à educação corporativa no Brasil.

Entre elas, está o fato de que tais indicadores de crescimento ficam muito acima da média alcançada em comparação aos resultados obtidos por investimentos em tecnologias, infraestrutura e folha de pagamento, por exemplo.

Universidade Corporativa torna empresa mais competitiva

Empresas no Brasil, ou em outros países, compartilham a dificuldade de não encontrarem profissionais suficientemente qualificados para executar sua estratégia de negócios.

E elas apontam essa barreira como uma ameaça ao crescimento. Tanto que o levantamento da consultoria Deloitte tem um tópico dedicado a essa preocupação das companhias.

No recorte destaca-se que a inquietação com a falta de colaboradores qualificados abrange 72% das empresas em âmbito global e 59% das brasileiras.

Portanto, a expansão de empresas investindo em Universidades Corporativas é uma reação para, senão eliminar, reduzir o problema.

Empresas buscam profissionais que detenham um conjunto maior de habilidades e com comportamento afinado com a sua cultura corporativa. Quando não encontram essas características em seus colaboradores investem em programas de educação empresarial para estimular as competências necessárias.

A iniciativa é vital para o desenvolvimento organizacional e para garantir a competitividade das companhias, de acordo com 81% dos líderes entrevistados na “Pesquisa Global com CEOs” da PwC.

Outros impactos positivos do aprendizado nas empresas

Os treinamentos através de Universidades Corporativas formam profissionais com competências técnicas e funcionais, e também, comportamentais.

Um dos benefícios é o surgimento de colaboradores com capacidade de adaptação, indicado pelas empresas como o maior retorno sobre o capital humano.

A preparação de talentos ainda facilita a identificação e nomeação de novos líderes. E neste grupo de profissionais a trilha de conhecimento visa desenvolver não só a adaptabilidade, mas também, o pensamento estratégico.

Proporcionar aos seus clientes e colaboradores conteúdos e treinamentos que entreguem conhecimento e gerem valor ao seu negócio; isso é essencial para garantir a qualidade da sua atuação no mercado.

Faremos um webinar para falar sobre como uma universidade corporativa é capaz de evidenciar e estimular competências dos colaboradores e, assim, permitir que a empresa escale seus negócios.

Participe do Webinar gratuito Universidade corporativa: como treinar colaboradores para impulsionar o crescimento da sua empresa.

Coloque na sua agenda, dia: 22/08/2019 às 15h. Inscreva-se clicando aqui!

Deixe-nos um comentário :)